Apresentação

O GRI/DSA é uma filial da Geoscience Research Institute na Divisão Sul Americana e está vinculado ao Departamento de Educação. Tem como objetivo o estudo a difusão e a coordenação de ações que promovam a filosofia das origens no âmbito
da Divisão.

O GRI/DSA está orientado e comprometido em servir a Igreja Adventista do Sétimo Dia em sua crença no Deus Criador que a tudo fez e que a tudo mantém. Reconhece a Bíblia como o único padrão de fé e prática e afirma que a Bíblia apresenta o relato confiável de uma Criação recente, literal e em seis dias conforme Êx. 20:11 “Em seis dias fez o Senhor o céu e a terra, o mar e tudo o que neles há, e ao sétimo dia descansou”.

No campo da ciência o GRI-DSA é contrário a uma epistemologia excessivamente reducionista que considera os fenômenos, em última instância, como interações fortuitas entre partículas ou entidades através de processos puramente naturais. Ao
contrário, reconhece que a natureza apresenta sinais claros de desígnio, planejamento, propósito e acima de tudo de um planejador inteligente que imprimiu sua identidade no mundo criado.

Visão

Ser um instituto de estudo e pesquisa da Criação reconhecido por promover ações eficazes que ampliem e reforcem a crença em um Deus Criador e mantenedor de todas as coisas.

Missão

Formar, capacitar e treinar líderes cristãos no ensino e pesquisa da Criação que atuem na área educacional e possam servir à igreja na propagação da mensagem da Criação e na pregação do evangelho nos seus mais diversos ministérios.

GEOSCIENCE RESEARCH INSTITUTE

O Geoscience Research Institute – GRI é um instituto de pesquisa da Igreja Adventista do Sétimo Dia cujo objetivo é investigar as questões relacionadas às origens através da perspectiva bíblica e da ciência. O GRI foi fundado em 1958
e serve a igreja em duas áreas principais: pesquisa e comunicação.

A sede do GRI fica na Universidade de Loma Linda, Califórnia. O instituto
possui cinco cientistas e o seu Diretor é o Dr. Jim Gibson. Para conhecer mais
sobre o GRI acesse: http://grisda.org

Jim Gibson – Biólogo
Doutor em Biologia
Universidade de Loma Linda, Califórnia

Benjamin L. Clausen – Físico
Doutor em Física Nuclear
Universidade do Colorado, Boulder, Colorado

Raúl Esperante – Paleontólogo
Doutor em Paleontologia
Universidade de Loma Linda, Califórnia

Ronald Nalin – Geólogo
Doutor em Ciências da Terra
Udegli Studi di Padova, Italy. Março, 2006

Timothy Standish – Biólogo
Doutor em Biologia Ambiental e Políticas Públicas
George Mason University

Para cumprir seus objetivos o GRI conta com o apoio de quatro filiais em parceria
com as divisões da igreja. Além das filiais o GRI possui também centros de recursos
em universidades ou outras entidades que promovem atividades relacionadas à
criação no campus e podem desenvolver projetos de pesquisa em áreas relevantes
ao tema das origens. Confira abaixo as filiais e os centros de recursos.

Filiais:

Choi Chong Geol (choicg@syu.ac.kr)
Universidade de Sahmyook, Seoul, Korea

Noemi Durán (noemi.duran@eud.adventist.org)
Colegio Adventista de Sagunto, Sagunto, Espanha

Luciano González Olivares (lugo@um.edu.mx)
Universidade de Montemorelos, México

 

 

 

 

 

 

 

Centros de recursos:

Wilson Quiroga (wiqusa@gmail.com)
Universidade Adventista da Bolívia, Cochabamba, Bolívia

Wellington Santos Silva (wellington.silva@adventista.edu.br)
Faculdade Adventista da Bahia, Cachoeira, Bahia.

Stephen Guptill (presidente@aiias.edu)
AIIAS, Silang, Cavite, Filipinas

K. Olusola Ogunwenmo (ogunwenmok@babcock.ng)
Babcock University, Ilishan-Remo, Ogun State, Nigeria.

Márcia Oliveira de Paula (neo@unasp.edu.br)
UNASP – Centro Universitário Adventista de São Paulo, São Paulo, Brasil

COMITÊ GRI/DSA

O Comitê GRI/DSA é constituído por um grupo de representantes das instituições de
ensino superior adventistas da Divisão Sul Americana ou de suas uniões e tem
como objetivo colaborar na promoção e difusão do criacionismo em suas respectivas
regiões. São objetivos específicos do comitê:

    • Servir como um elo entre o Departamento de Educação da DSA e a respectiva
      União para planejamento de ações visando a expansão Criacionismo;
    • Servir como um grupo de especialistas que contribuam com o GRI/DSA no trabalho
      de treinar e capacitar profissionais da rede escolar adventista no estudo e na
      promoção do criacionismo;
    • Servir como um grupo de trabalho para planejar ações estratégicas visando o
      fortalecimento e expansão do criacionismo na DSA.

Para maiores informações entre em contato com um membro do comitê mais
próximo de sua região.

Membros

Pr. Edgard Luz
Diretor de Educação DSA

Marcos Natal Costa
Diretor do GRI/DSA

Sócrates Quispe
Diretor Associado do Ensino Superior DSA

Almir Oliveira
Diretor Associado da Educação Básica DSA

Alexander Dutra
Casa Publicadora Brasileira – CPB

Isaac Gonçalves
Asociación Casa Editora Sudamericana – ACES

Membros Representantes
Alejandro Marchant (alejandromarchant@unach.cl)
Universidade Adventista de Chile – UnACh

Edila Correia da Cruz Cantanhede (biologa_edila@hotmail.com)
Faculdade Adventista do Amazonas – FAAMA

Emanuel David González (emanuel.gonzalez@educacionadventista.org.ar)
Instituto Superior Adventista de Misiones – ISAM

Enios Carlos Duarte (Enios.duarte@unasp.edu.br)
Centro Universitário Adventista de São Paulo – Campus São Paulo

Evandro Lombardi (evandro.lombardi@iap.org.br)
Instituto Adventista Paranaense – IAP

Francislê Neri de Souza (francisle.souza@unasp.edu.br)
Centro Universitário Adventista de São Paulo – Campus Engenheiro Coelho

Orlando Poma Porras (opoma@upeu.edu.pe)
Universidad Peruana Unión – UPeU

Otoniel Hengen (Hengenotoniel@gmail.com)
Universidade Adventista Del Plata – UAP

Roberto Meza Cubilla (roberto.meza@unapy.edu.py)
Universidad Adventista del Paraguay – UnAPy

Susana Velástegui (susana.velastegui@itsae.edu.ec)
Instituto Superior tecnológico Adventista del Ecuador – ITSAE

Wellington Santos Silva (wellington.silva@adventista.edu.br)
Faculdade Adventista da Bahia – FADBA

Whesley de Santos Pontes (whesleypontes@hotmail.com)
Faculdade Adventista de Minas Gerais – FADMINAS

Afirmando a criação

Nosso mundo está cheio de evidências de projeto inteligente e intencional, desde a beleza que vemos nas flores e nos pássaros com cores vivas até a complexidade da célula e da própria estrutura do universo. Evidências de projeto também são vistas em nossa capacidade de apreciar o belo e na nossa capacidade de examinar a criação e contemplar cuidadosamente seu significado. Inevitavelmente, somos levados a imaginar como este projeto surgiu e o que isso significa para nossa própria existência.

Essa busca levou muitos a ver um Deus Criador, cuja onipotência se mostra no tamanho e no poder das estrelas, e cuja onisciência é vista na estrutura das células vivas e na interação precisa das características físicas e orgânicas da criação. Esta conclusão naturalmente leva-nos a procurar mais informações sobre o Deus da criação.

O estudo da Criação revela muitas evidências de um Criador Divino envolvido neste projeto. Os cientistas têm maravilhosas oportunidades para constatar evidências da criatividade de Deus e ponderar sobre sua grandeza. No entanto, a Criação não fala claramente em nossas mentes. A evidência de projeto é misturada com evidências do mal e da violência. Os organismos podem apresentar imperfeições que não se esperariam de um deus criador todo sábio. A solução final deste problema não é encontrada no estudo da Criação, mas está disponível para aqueles que aceitam a revelação bíblica de Deus e Seu relacionamento com nós e nosso mundo.

A Bíblia revela a história da Criação e nos ensina sobre o Deus Criador que sem esforço criou o mundo para seus próprios propósitos. No espaço de seis dias literais ele preparou um ambiente adequado para as criaturas vivas e, em seguida, encheu esse mundo com uma diversidade de organismos. Ele criou os seres humanos à sua imagem e deu-lhes a responsabilidade pela sua Criação. Ele lhes deu os dons da cognição, da linguagem, dos relacionamentos, da responsabilidade, da liberdade e do propósito. Aqui encontramos a explicação para o projeto visto na criação – ela reflete o caráter e o propósito do Deus.


Mas quanto ao mal que vemos na Criação, oqueoqueafastatantonossaféna criação bíblica? A Bíblia também revela a história do mal e como a violência eerte entraram na perfeição da criação. Esta história nos diz algo importante sobre o caráter do Deus Criador. Parece que Deus atribui um valor muito alto ao tipo de relações que são possíveis apenas com pessoas que possuem liberdade de escolha. O alto valor que Deus coloca na liberdade humana é melhor entendido à luz da cruz do Calvário. Lá, vemos a afirmação da mensagem bíblica da criação especial do homem, a sua rebelião e os seus resultados malignos e a profundidade do amor abnegado de Deus. A cruz revela o significado da história da criação, com seus elementos de um período criativo de seis dias, sábado do sétimo dia, diversidade original de organismos vivos e criação especial de humanos em um paraíso perfeitamente projetado. Ficaríamos bem em contemplar diariamente o significado da cruz e como ela ilumina nossa compreensão do Deus Criador e de Suas obras.