Missão

Formar, capacitar e treinar líderes cristãos no ensino e pesquisa da Criação para que atuem na área educacional e possam servir à igreja na propagação do Criacionismo e na pregação do evangelho nos seus mais diversos ministérios.

Visão

Ser um instituto de estudo e pesquisa da Criação reconhecido por promover ações eficazes na área educacional que ampliem e reforcem a crença em um Deus Criador e mantenedor de todas as coisas.

Filosofia

O GRI-DSA está orientado e comprometido em servir a Igreja Adventista do Sétimo Dia – IASD em sua crença no Deus Criador que a tudo fez e que a tudo mantém. O instituto reconhece a Bíblia como o único padrão de fé e prática e afirma que a Bíblia apresenta o relato confiável de uma Criação recente, literal e em seis dias conforme Êx. 20:11 “Em seis dias fez o Senhor o céu e a terra, o mar e tudo o que neles há, e ao sétimo dia descansou”. Reconhece que o mundo foi criado perfeito e mostra evidências do amor, beleza e ordem de um Deus Criador, mas foi corrompido pela queda do homem, dando origem às consequências danosas do pecado. Também reconhece a ocorrência de um dilúvio global abrangendo toda a Terra como relatado na Bíblia, em Gênesis 6 a 9, que foi um juízo contra o pecado, no qual Deus preservou a vida de Noé e de sua família.  No campo da ciência o GRI-DSA é contrário a uma epistemologia excessivamente reducionista que considera os fenômenos naturais, em última instância, como interações fortuitas de partículas em movimento. Ao contrário, reconhece que a natureza apresenta sinais claros de desígnio, planejamento, propósito e acima de tudo de um Planejador, que é o Deus da Bíblia.

Afirmando a criação

Nosso mundo está cheio de evidências de projeto inteligente e intencional, desde a beleza que vemos nas flores e nos pássaros com cores vivas até a complexidade da célula e da própria estrutura do universo. Evidências de projeto também são vistas em nossa capacidade de apreciar o belo e na nossa capacidade de examinar a criação e contemplar cuidadosamente seu significado. Inevitavelmente, somos levados a imaginar como este projeto surgiu e o que isso significa para nossa própria existência.

Essa busca levou muitos a ver um Deus Criador, cuja onipotência se mostra no tamanho e no poder das estrelas, e cuja onisciência é vista na estrutura das células vivas e na interação precisa das características físicas e orgânicas da criação. Esta conclusão naturalmente leva-nos a procurar mais informações sobre o Deus da criação.

O estudo da Criação revela muitas evidências de um Criador Divino envolvido neste projeto. Os cientistas têm maravilhosas oportunidades para constatar evidências da criatividade de Deus e ponderar sobre sua grandeza. No entanto, a Criação não fala claramente em nossas mentes. A evidência de projeto é misturada com evidências do mal e da violência. Os organismos podem apresentar imperfeições que não se esperariam de um deus criador todo sábio. A solução final deste problema não é encontrada no estudo da Criação, mas está disponível para aqueles que aceitam a revelação bíblica de Deus e Seu relacionamento com nós e nosso mundo.

A Bíblia revela a história da Criação e nos ensina sobre o Deus Criador que sem esforço criou o mundo para seus próprios propósitos. No espaço de seis dias literais ele preparou um ambiente adequado para as criaturas vivas e, em seguida, encheu esse mundo com uma diversidade de organismos. Ele criou os seres humanos à sua imagem e deu-lhes a responsabilidade pela sua Criação. Ele lhes deu os dons da cognição, da linguagem, dos relacionamentos, da responsabilidade, da liberdade e do propósito. Aqui encontramos a explicação para o projeto visto na criação – ela reflete o caráter e o propósito do Deus.


Mas quanto ao mal que vemos na Criação, oqueoqueafastatantonossaféna criação bíblica? A Bíblia também revela a história do mal e como a violência eerte entraram na perfeição da criação. Esta história nos diz algo importante sobre o caráter do Deus Criador. Parece que Deus atribui um valor muito alto ao tipo de relações que são possíveis apenas com pessoas que possuem liberdade de escolha. O alto valor que Deus coloca na liberdade humana é melhor entendido à luz da cruz do Calvário. Lá, vemos a afirmação da mensagem bíblica da criação especial do homem, a sua rebelião e os seus resultados malignos e a profundidade do amor abnegado de Deus. A cruz revela o significado da história da criação, com seus elementos de um período criativo de seis dias, sábado do sétimo dia, diversidade original de organismos vivos e criação especial de humanos em um paraíso perfeitamente projetado. Ficaríamos bem em contemplar diariamente o significado da cruz e como ela ilumina nossa compreensão do Deus Criador e de Suas obras.